Feedback

Neve365

snow for fun
Cover by... Cerro Chapelco

Guia de Compra – Botas de Esqui

Experimente vários modelos até encontrar o que realmente seja o seu. O resultado é compensador!

De todo o equipamento que utilizamos para esquiar, sem dúvida nenhuma o que nos pode gerar maior incomodidade é a bota. Se a escolha da bota de esqui não é correta, teremos desconfortos, dores e lesões de diferentes intensidades. Inclusive a bota inadequada pode levar-nos a uma paralização a nível técnico.

 

Para comprar a bota é necessário considerar os seguintes aspectos:

Peso do esquiador:

A dureza da bota (grau de flexão) tem que ser adequada ao peso do esquiador. Uma bota mole deformará se o esquiador é muito pesado, pela pressão exercida nas decidas. Como guia geral para definir a flexão de acordo com o nível técnico do esquiador, temos:

Nível do Esquiador

Índice de Flexão

Principiante

 =  ao peso

Intermediário

20 + que o peso

Avançado

40 + que o peso

Ex.: Um esquiador intermediário de 80 quilos deve usar uma bota com um índice de flexão de 100.

 

Modalidade de Esqui:

O índice de flexão que devemos escolher também está relacionado à modalidade de esqui que praticamos:

Modalidade de Esqui

Índice de Flexão

Pista

índice alto

Freerider (fora de pista)

Índice médio

Freestyle

Índice baixo

 

Tipo de pé:

A bota tem adaptar-se completamente ao pé do esquiador. Como cada pé tem uma morfologia própria, uma bota inadequada provocará sensações como:

  • Pé largo: uma bota estreita provocará nas laterais e no arco do pé, câimbra nas zonas de apoio e sensação de frio.

  • Pé fino: com uma bota larga haverá deslizamento lateral do pé dentro da bota, que provoca calos e sensibilidades na parte superior do pé e no calcanhar.

  • Peito do pé alto: uma bota baixa de peito provoca dor na parte superior e câimbras na ponta do pé, além da sensação de frio.

 

Tamanho do pé:

A ideia de comprar uma bota um número maior para que seja mais confortável é totalmente errada, e nos levará às mesmas incomodidades do pé fino, peito do pé baixo ou panturrilha fina.

O sistema de medida das botas de esqui é o comprimento real do pé, em centímetros. Devemos utilizar o medidor que possuem as lojas especializadas para chegar a uma medida exata (escolhendo a maior dos dois pés).

É importante usar meias de esqui na hora de experimentar a bota.

 

No final, faça uns testes:

  • O calcanhar e o tornozelo tem que estar bem firmes. O calcanhar pode se mover para frente, mas nunca lateralmente.

  • Os dedos não devem tocar a ponta da bota quando flexionamos os joelhos. Nunca podem estar bloqueados; necessitam espaço para mover-se.

  • A botina sempre cede um pouco, assim que deve estar justa (nem apertada nem grande).

  • A bota não deve ser fechada ao máximo na loja, com os ganchos até o final, porque quando ceda em pistas não teremos margem para ajusta-la.

Dedique o tempo necessário na escolha da sua bota. Experimente vários modelos até encontrar o que realmente seja o seu. O resultado é compensador!

Compartilhe: compartir esta noticia en facebook compartir esta noticia en twitter

Mais Equipamento - Botas

A bota desempenha um papel muito importante: é o elemento de união entre o esquiador e sua prancha.

Botas de Esqui

Devem adaptar-se perfeitamente a nossos pés, sem provocar dor, mas ajustando-se para transmitir nossas “ordens” com a máxima precisão possível. Através das fixações, as botas transferem à prancha as mudanças de peso e direção, que guiam o movimento dos esquis ou do snowboard.

Leia Mais -
Conhecer a estrutura da bota te ajuda na hora de fazer os ajustes mais precisos e aproveitar ao máximo a tecnologia do material.

Partes da Bota de Ski

A "BOTINA" é a parte interior da bota. Feita de material flexível e acolchoada. Tem a função de proteger do frio. Normalmente é desmontável, e podemos retirar-la da parte dura. Pode ser auto-moldável, termo-moldável ou feita a medida.

Leia Mais -
Existem botas específicas para principiantes, nível médio, nível alto e competição.

Tipos de Botas de Esqui

Existe um tipo de bota para cada nível de esquiador, que depende principalmente da força que este é capaz de exercer para flexionar a bota quando entra em uma curva.

Leia Mais -
O cano mais alto favorece a estabilidade, o agarre e os giros, enquanto o mais baixo favorece a agilidade e flexibilidade.

Partes da Bota de Snow

Capa externa, capa interna (botina), cano e sola. Cada uma das partes esta produzida com um material diferente para atender a sua função específica.

Leia Mais -
É fundamental que as botas se adaptem perfeitamente aos pés, para que todos os movimentos realizados com o tornozelo sejam transferidos adequadamente à prancha.

Tipos de Botas de Snow

As botas constituem uma parte importante do equipamento. São responsáveis por proteger os pés dos diversos fatores como o frio e as lesões.

Leia Mais -